Vírus altera código de barras de boletos para desviar dinheiro de pagamentos.


Prezado Cliente,

Orientamos muita cautela ao imprimir um boleto via internet, pois existe uma praga que está dando muita dor de cabeça, infectando os navegadores, quando o cliente clica no link do boleto do seu fornecedor, o boleto apresentado no navegador é alterado, desviando o valor arrecadado para o criminoso. O vírus altera código de barras de boletos para desviar dinheiro de pagamentos.

O malware ataca boletos bancários visualizados em navegadores web, alterando os números de suas linhas digitáveis para desviar o valor do boleto pago para outra conta. Além disso, ele cria vazios entre as barras do código de barras, para que este não funcione e o usuário seja obrigado a digitar os números, que aparecem já alterados.

O vírus funciona da seguinte maneira: quando um internauta que está infectado visualiza um boleto no navegador, antes que este seja exibido, a praga captura o número que consta na linha digitável e o altera, mas mantendo o valor e data, para evitar suspeitas. Ao realizar o pagamento com os números trocados, o usuário envia o dinheiro para uma conta à qual os golpistas terão acesso, em vez de enviar à conta do credor real.

O vírus consegue se expandir para o off-line, já que, mesmo se for pago impresso, o boleto atacado mantém os números alterados.

O vírus infecta computadores rodando a plataforma Windows.

COMO SE PRECAVER

A principal dica para se precaver contra esse tipo de ataque é prestar atenção no código de barras, pois os vazios podem ser percebidos facilmente.

Abaixo (figura 1), você pode ver um boleto aleatório divulgado pela Caixa, com o formato correto que os documentos devem ter. Em seguida (figura 2), um boleto alterado pelo malware.

Figura 1

caixaverdadeiro-658x582

Figura 2

caixafalsoed-658x584

Embora o exemplo mostrado acima seja da Caixa, o vírus pode atacar boletos de quaisquer bancos. As linhas digitáveis fraudulentas, segundo o Linha Defensiva, remetem a contas do Santander.